Arquivo da tag: PM

Homem que agredia ex-mulher e filha dela é morto em confronto com a PM, no Paraná

[tweetmeme]

Um homem acusado de violência doméstica foi morto durante confronto com a Polícia Militar de Colorado, no distrito de Alto Alegre (a 78 quilômetros de Maringá), às 23 horas de sábado (26).

O homem identificado apenas como Adriano e cuja idade não foi informada, teria ido à casa da ex-mulher, Sônia. Chegando no local, passou a agredir a ex-mulher e a enteada, de 14 anos. A PM foi avisada e deslocou uma viatura para o distrito. Quando chegaram ao local informado, uma casa na Rua XV de Novembro, o cabo e o sargento – cujos nomes não foram revelados – encontraram a adolescente com hematomas e Sônia com um corte superficial no pescoço provocado por uma faca.

Assim que percebeu a presença dos dois policiais, Adriano teria ameaçado matar todos se fosse preso. O agressor, que tinha uma faca e uma garrucha, sacou a arma em direção ao sargento, que reagiu e atirou em Adriano.

Uma viatura do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) foi chamada para socorrer a vítima, que acabou falecendo antes de ir para o hospital.

Notícia retirada do Portal O Diário

 

Deixe um comentário

Arquivado em

PM agride e joga água fervendo na esposa, em Cuiabá

[tweetmeme]

O policial militar do 3º Batalhão da Polícia Militar (BPM), R.D.A.J, espancou e jogou água fervente contra a mulher com que é casado há 17 anos. Esta não é a primeira vez que o nome do agente de segurança pública é registrado em boletim de ocorrência no Centro Integrado de Segurança e Cidadania do Planalto (CISC). Em 2007, a mulher havia dado queixa da violência doméstica, que sofre frequentemente. Há 2 anos, o policial militar (PM) foi remanejado de função, que teria sido motivada pela atividade considerada “insuficiente” dentro da corporação.

A mulher conta que no sábado à noite as brigas iniciaram com menos intensidade. Ela havia passado o dia na casa da mãe e os filhos no bairro Tijucal, enquanto o marido estava de plantão. Por volta das 19h ele chegou em casa e o casal resolveu sair para ir em uma lanchonete. Os 2 filhos mais novos ficaram com a vizinha e o casal voltou às 22h para casa com um casal de amigos, entre eles, a irmã de R.D.A.J. Durante toda a noite, os 4 beberam cerveja até Às 10h30 da manhã seguinte. A mulher diz que o PM é usuário de entorpecente, bebe constantemente e indicou para que parasse, mas seu pedido não foi atendido.

Às 14h40 de domingo o marido levantou para comer e foi esquentar água no fogão para cozinhar macarrão. Neste horário a mulher ainda estava dormindo e lembra que foi acordada por ele com insultos.

Segundo a mulher, o PM ainda lhe arrastou pelo chão e jogou a água quente da panela, que estava sendo fervida para cozimento do macarrão, contra ela. Mas, ela desviou a tempo e a água caiu em cima da cama. A mulher afirma que o marido é ignorante com todos, agressivo e não gosta de ser contrariado, já tendo inclusive, reclamações dentro da PM, contra ele, e que por estes motivos, teria sido retirado dos serviços ostensivos para a função de guarda de prédio. Ao chamar a Polícia em casa, o marido fugiu e evitou a prisão em flagrante. O B.O. deverá ser encaminhado para a Corregedoria da PM.

Notícia retirada do Portal Gazeta Digital

 

1 comentário

Arquivado em

Cabo da PM tenta matar ex-companheira e comete suicídio

[tweetmeme]

Cabo da PM tenta matar ex-companheira e comete suicídio no mercado de Russas

O cabo da Polícia Militar, identificado por Normando, tentou matar a ex-companheira dele, Francisca Rosemberg Alves Moreira, na manhã desta quinta-feira (17), no Mercado Público de Russas. Em seguida, tirou a própria vida com um tiro na cabeça. A tentativa de homicídio seguida de suicídio ocorreu no boxe pertencente à atual esposa do militar.

Normando era lotado na 1ª Companhia do 1ºBPM. A ex-mulher do militar foi atingida no nariz, mas sobreviveu. Ela, segundo as informações preliminares, foi atingida de raspão. Devido ao local da lesão, ela foi encaminhada ao Instituto Doutor José Frota (IJF), na capital cearense.

O fato deixou os colegas do PM estarrecidos, pois ele aparentava ter um comportamento exemplar. Um policial, que preferiu não se identificar, contou que Normando, apesar da separação, desempenhava normalmente a função de policial militar.


1 comentário

Arquivado em