Arquivo da categoria: Cecília

16 de Outubro de 2013

 Wandressa foi assassinada a facadas pelo ex-companheiro.

Duque de Caxias, RJ

Leia a notícia

 Lidiane, 18 anos, foi encontrada assassinada a golpes de faca e indícios de violência sexual.

Itambé, PR
Leia a notícia

 Andréa, 34 anos, foi assassinada pelo ex-marido a golpes de machadinha. O homem também matou o atual parceiro de Andréa.

Estiva Gerbi, SP

Leia a notícia

 Sirlei, 47 anos, foi assassinada a facadas pelo ex-companheiro.

Guarapuava, PR

Leia a notícia

 Cecília, 58 anos, foi assassinada pelo ex-marido com sete facadas. O homem cometeu suicídio em seguida.

Andradas, MG

Leia a notícia

Deixe um comentário

Arquivado em Andrea, Cecília, Lidiane, Sirlei, Wandressa

20 de Janeiro de 2013

[tweetmeme]

 Josimara Aparecida Marques, de 31 anos, foi assassinada a facadas pelo companheiro.

Ivaiporã, PR

Leia a notícia

Daianne Costa Oliveira, 21 anos, foi assassinada a golpes de enxada pelo ex-companheiro.

Hortolândia, SP

Leia a notícia

 Jacirlei Maria de Lima, 21 anos, conhecida como “Nega”, foi asssassinada pelo marido a facadas.

Acari, RN

Leia a notícia

 Cecília Nunes Verlinda, 62 anos, foi assassinda a golpes de canivete pelo ex-namorado.

Ponta Grossa, PR

Leia a notícia

 Railda Nascimento da Silva, 36 anos, foi assassinada pelo marido com uma facada.

Salvador, BA

Leia a notícia

 Miriam Cristina Valletri Bazello, de 55 anos, foi encontrada morta por asfixia. Os suspeitos são ex-companheiros da vítima.

Curitiba, PR
Leia a notícia

 Jovem de 19 anos morreu no hospital após ser queimada pelo ex-marido.

Quatro Barras, PR

Leia a notícia

 Rosângela Vaques foi assassinada a facadas pelo companheiro.

Paranhos, MS

Leia a notícia

Deixe um comentário

Arquivado em Cecília, Daianne, Jacirlei, Josimara, Miriam, Não identificada, Railda, Rosângela

02 de Maio de 2012

[tweetmeme]

 Cecília Oliveira Evangelista, 24 anos, foi encontrada morta com um cano de PVC introduzido no ânus. O marido é o suspeito do crime.

Rius, BA

Leia a notícia

  Maria Francisca Silva de Oliveira, 27 anos, foi assassinada pelo ex-marido.

Guanhães, MG

Leia a notícia aqui e aqui

 Cíntia Castro, de 25 anos, foi assassinada a facadas pelo ex-marido.

Morros, MA

Leia a notícia

 Maria do Socorro de Souza Rodrigues, 52 anos, foi assassinada com cerca de 12 facadas e o ex-marido é o principal suspeito.

Belém, PA

Leia a notícia

 Clarice Bernadete do Amaral, 34 anos, foi assassinada a facadas pelo ex-marido.

Palmas, PR
Leia a notícia

Deixe um comentário

Arquivado em Cíntia, Cecília, Clarice, Maria do Socorro, Maria Francisca

Acusado de matar a esposa há mais de um ano continua foragido

[tweetmeme]

Mais de um ano depois do assassinato da dona de casa Cecília de Carvalho Nery, 26, o principal suspeito do crime, o garimpeiro Jeová Martins Rocha, 26, então marido dela, ainda está sendo procurado. A morte de Cecília ocorreu na madrugada do dia 25 de janeiro de 2010 e desde lá ele não foi mais visto.

Ela foi assassinada no quarto de uma estância no bairro Tancredo Neves, onde morava com o suspeito e uma filha de 03 anos de idade, que estava com o casal quando a mãe foi morta. A proprietária da estância revelou à polícia que, naquele dia pela manhã, Jeová saiu com a filha em uma bicicleta e pouco tempo depois retornou ao quarto sozinho. Ele saiu minutos depois com uma bolsa e disse que ia levar a roupa para lavar e desapareceu.

Ao sair com a filha, ele foi deixá-la na casa dos avôs maternos, no bairro Caranã, e teria contado que a esposa teria pedido para cuidar da menina, pois iria tirar a carteira de trabalho. Sem suspeitar de nada, a família da mulher passou o dia com a neta, porém à tarde o pai dela, Francisco Assis de Almeida Nery, foi à estância, mas encontrou o quarto fechado e retornou para casa.

À noite, como a filha nem o genro foram buscar a criança, Francisco voltou pela segunda vez à estância e o quarto continuava fechado. Ao suspeitar, o pai de Cecília conversou com a proprietária do imóvel e pediu a cópia da chave para abrir o quarto, ocasião em que encontrou a filha morta em cima da cama enrolada por um lençol. A perícia médica legal constatou que ela morreu por esganadura.

O crime foi investigado por agentes da Delegacia Geral de Homicídio. Diante dos indícios e do desaparecimento repentino do principal suspeito, o delegado pediu a prisão preventiva de Jeová, mas ele nunca foi encontrado para que o caso fosse esclarecido por completo.

A suspeita da polícia é que ele tenha saído do Estado e possa ter fugido para a Venezuela. Quem tiver informação que ajude a polícia a encontrar Jeová deve ligar para os telefones 0800 95 1000, 197 e 190 das polícias Civil e Militar.

 

Notícia retirada do Portal Folha de Boa Vista

Deixe um comentário

Arquivado em Cecília