Família de mulher grávida assassinada pelo marido processa Estado de Portugal

[tweetmeme]

Magda Dionísio, grávida de 8 meses, foi morta pelo ex-namorado. Em 14 meses, ela e a família apresentaram 47 queixas por agressão e ameaças.

“O Nuno matou-a, mas ele não é único culpado. A ele não guardo mágoa. Mas à Justiça sim. A Justiça não quis salvar a minha filha”, desabafa Eulália, a mãe de Magda Aparício, 22 anos, assassinada pelo ex-namorado, quando estava grávida de oito meses. Morreu ela e o bebé.

Continue lendo aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s