Fiança de 20 salários segura agressor que jurou ex de morte

[tweetmeme]

Um homem preso sexta-feira à noite por ameaçar a ex-esposa disse para a polícia que pretende matar a secretária V.C.S.N.C., 30 anos. Rogério do Nascimento de Carvalho, 34, afirmou, inclusive para o delegado, que pretende executar o crime. Ele permaneceu preso por não ter os R$10,9 mil (20 salários mínimos) para quitar a fiança arbitrada.

A fiança, autorizada pela lei foi a saída encontrada pela autoridade policial para “segurar” o acusado na cadeia, autuado na Lei Maria da Penha. A vítima acionou a Polícia Militar por volta de 22h45, na rua Iugoslávia, bairro Jardim Bela Vista.

V. contou que foi casada com Rogério durante aproximadamente cinco anos, período em que era constantemente agredida. Cansada da situação, ela terminou o relacionamento. A secretária já registrou várias ocorrências policiais por causa das ameaças, e, inclusive, conseguiu uma medida protetiva para que o ex-marido não se aproximasse menos de 300 metros dela. Na última quinta-feira (dia 11), segundo V., ela foi agredida pelo acusado, assim como a mãe dela, a auxiliar de limpeza M.S.S., 47 anos. Na ocasião ele usava uma arma de fogo.

Na sexta-feira, Rogério retornou à residência da ex-mulher e fez novas ameaças. Os policiais militares então começaram a procurar pelo acusado, nos locais frequentados por ele, até conseguirem localizá-lo em lugar conhecido como “Inferninho”.

Rogério conduzia um veículo Ford Escort GL de cor azul, ano 1984, placas GPA-9143/Uberaba, que foi apreendido por falta de licenciamento. Em seguida, os PMs foram até a residência dele, na rua Edmundo Santiago, bairro Jardim Triângulo, onde Rogério entregou uma réplica de revólver. Dentro da carteira do acusado os policiais encontraram um papelote de substância semelhante a cocaína. Enquanto os militares registravam a ocorrência, Rogério afirmou várias vezes que se fosse para a penitenciária, quando sair, vai comprar um revólver de verdade e matar a ex-esposa.

Ao prestar declarações para o delegado Lucas Daniel Guimarães, Rogério voltou a dizer que pretende realmente matar a secretária. O delegado ratificou o flagrante pelo crime de ameaça, arbitrando fiança no valor de 20 salários mínimos, ou R$10.900, que não foram pagos.

Notícia retirada do Portal Jornal da Manhã

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s