Homem simula assalto em restaurante para matar ex-mulher, em Alagoas

[tweetmeme]

Márcio Martins Sirqueira, 23 anos, foi preso em flagrante, no início da madrugada deste sábado, após tentar matar a ex-mulher e balear dois funcionários do restaurante onde ela trabalhava, em Itaipu, região oceânica de Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro. Márcio não aceitava o fim do relacionamento e simulou um assalto para entrar no estabelecimento. A atendente do setor de entregas Michele Rocha da Silva Melo, 22 anos, se trancou no banheiro ao descobrir que ele estava atrás dela.

De acordo com policiais do 12º BPM (Niteroi), por volta de 0h30, vestindo uma touca ninja e armado com um revólver calibre 38, Márcio rendeu um dos motoboys do restaurante Abskan, na Estrada Francisco da Cruz Nunes. Ele se dirigiu diretamente ao setor de entrega, que fica em um prédio anexo ao restaurante. Aos berros, ele procurava por Michele. Descontrolado, o ex-marido atingiu com três tiros o cozinheiro Izaquiel Alves leite, 25 anos, e um o motoboy Bruno Rodrigues Costa, 24.

“Reconheci a voz dele gritando para os rapazes que estavam rendidos: ‘cadê ela, cadê ela?’. Com medo, me tranquei no banheiro”, relembrou ainda nervosa Michele. “Ela deu sorte. Ele foi com o objetivo de matá-la”, disse Ercy Brugger, 72 anos, dono do restaurante. Segundo ele, a pedido de sua funcionária, Márcio chegou a trabalhar durante dois meses como flanelinha em frente ao estabelecimento.

Mesmo baleado, Bruno ainda entrou um luta corporal com Márcio, que recebeu um golpe com um extintor de incêndio na cabeça e acabou dominado por outros funcionários até a chegada de policiais do 12º BPM (Niterói). Izaquiel foi baleado na perna, abdômen e de raspão no pescoço. Bruno foi ferido no abdômen. Ambos foram levados para o Hospital Azevedo Lima (HAL), em Niterói. O cozinheiro ainda está internado. O motoboy já foi liberado.

Após também ser medicado no HAL, Márcio foi levado para a 77ª DP (Icaraí). Segundo Michele, eles foram casados durante quatro anos, têm um filho de três, e estavam separados há cerca de um ano. Em março de 2010, ele foi autuado na Lei Maria da Penha por tê-la agredido. Após um período morando na Região dos Lagos, ele voltou ao Rio no fim do ano. Na semana passada, segundo a atendente, ela foi agredida na cabeça com um casco de cerveja pelo ex-marido durante uma festa.

Notícia retirada do Portal Alagoas24Horas

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s