Amazonas é o terceiro estado do Brasil em número de homicídio de mulheres

[tweetmeme]

Em 2008, o Estado ficou em terceiro lugar entre os Estados do País com as maiores taxas de homicídios de mulheres (5,6) a cada 100 mil habitantes, abaixo apenas de Rondônia (10,6) e Acre (6,3). Em 2009, 41,6% das mulheres assassinadas no Estado foram por armas de fogos.

Em 2009, 67 mulheres foram assassinadas no Amazonas, sendo 28 com armas de fogo. As informações fazem parte de um estudo divulgado pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM).

Em 2009, 8,5% das vítimas assassinadas no Brasil com armas de fogo eram mulheres. Foram quase 40 mil nos últimos dez anos. O levantamento indica que, na maioria dos casos, as mulheres são assassinadas em um contexto de violência doméstica.

O Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) não informa o sexo do autor do homicídio e nem o tipo de relacionamento que existia com a vítima, o que impossibilita a detecção mais eficiente de dados em razão de violência doméstica e familiar contra a mulher.

Os números nacionais mostram que, sobre o Estado civil das mulheres assassinadas, as solteiras respondem por 61% nos últimos dez anos, enquanto as casadas representam 17%. A faixa etária mais afetada é a dos 20 a 29 anos, 30%. Depois, vêm as mulheres de 30 a 39 anos, as de 15 a 19 e as de 40 a 49 anos de idade.

No País, a proporção de homicídios perpetrados com o uso de armas de fogo é maior nos episódios envolvendo homens como vítimas. O uso de armas contra a população masculina vem aumentando, alcançando a marca de 73% em 2009, ou seja, 7 a cada 10 homicídios cometidos. Em tendência contrária, entre as vítimas do sexo feminino a proporção do uso de armas é menor e vem diminuindo ao longo dos anos. Mesmo assim, a presença das armas supera sempre 50% dos homicídios cometidos contra mulheres, girando em torno de 5 mortes por armas de fogo a cada 10.

Destaca-se nos crimes contra as mulheres a elevada proporção de uso de outros instrumentos, como os objetos cortantes (em torno de 20%), contundentes (em torno de 8%) e enforcamentos/entrangulamentos (em torno de 5%).

A taxa total de homicídios por armas de fogo por 100 mil habitantes em Manaus subiu de 15,4 em 2000 para 29,8 em 2009. Ou seja, quase dobrou no período.

O Amazonas está entre os Estados com um aumento contínuo nas suas taxas de homicídios por armas de fogo por 100 mil habitantes, passando de 8 ,9 em 2000 para 16,9 em 2009.

Notícia retirada do Portal D24AM

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s