Assassino confesso de esposa está impune há uma década, em Caxias do Sul

[tweetmeme]

O assassinato da auxiliar-geral Antonina de Jesus Pinheiro, a Nina, 29 anos, em Caxias completa uma década neste sábado. Passada uma década, porém, o crime está sem desfecho, apesar da confissão do assassino.

Antonina foi executada com quatro tiros pelo ex-companheiro, na noite de 30 de abril de 2001, na casa onde conviveram por 11 anos. Mas somente em março deste ano é que Luis Carlos Silveira de Jesus, que também confessou o homicídio à Justiça, recebeu a sentença de pronúncia (procedimento que leva o acusado a júri popular).

Entretanto, o caso deve ficar sem solução por pelo menos mais dois anos, tempo previsto para o júri ocorrer.

Notícia retirada do Portal Clicrbs

Anúncios

1 comentário

Arquivado em

Uma resposta para “Assassino confesso de esposa está impune há uma década, em Caxias do Sul

  1. Ana Liési Thurler

    O Judiciário é cúmplice do feminicídio no Brasil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s