Arquivo da categoria: Cecília

16 de Outubro de 2013

 Wandressa foi assassinada a facadas pelo ex-companheiro.

Duque de Caxias, RJ

Leia a notícia

 Lidiane, 18 anos, foi encontrada assassinada a golpes de faca e indícios de violência sexual.

Itambé, PR
Leia a notícia

 Andréa, 34 anos, foi assassinada pelo ex-marido a golpes de machadinha. O homem também matou o atual parceiro de Andréa.

Estiva Gerbi, SP

Leia a notícia

 Sirlei, 47 anos, foi assassinada a facadas pelo ex-companheiro.

Guarapuava, PR

Leia a notícia

 Cecília, 58 anos, foi assassinada pelo ex-marido com sete facadas. O homem cometeu suicídio em seguida.

Andradas, MG

Leia a notícia

Deixe um comentário

Arquivado em Andrea, Cecília, Lidiane, Sirlei, Wandressa

20 de Janeiro de 2013

 Josimara Aparecida Marques, de 31 anos, foi assassinada a facadas pelo companheiro.

Ivaiporã, PR

Leia a notícia

Daianne Costa Oliveira, 21 anos, foi assassinada a golpes de enxada pelo ex-companheiro.

Hortolândia, SP

Leia a notícia

 Jacirlei Maria de Lima, 21 anos, conhecida como “Nega”, foi asssassinada pelo marido a facadas.

Acari, RN

Leia a notícia

 Cecília Nunes Verlinda, 62 anos, foi assassinda a golpes de canivete pelo ex-namorado.

Ponta Grossa, PR

Leia a notícia

 Railda Nascimento da Silva, 36 anos, foi assassinada pelo marido com uma facada.

Salvador, BA

Leia a notícia

 Miriam Cristina Valletri Bazello, de 55 anos, foi encontrada morta por asfixia. Os suspeitos são ex-companheiros da vítima.

Curitiba, PR
Leia a notícia

 Jovem de 19 anos morreu no hospital após ser queimada pelo ex-marido.

Quatro Barras, PR

Leia a notícia

 Rosângela Vaques foi assassinada a facadas pelo companheiro.

Paranhos, MS

Leia a notícia

Deixe um comentário

Arquivado em Cecília, Daianne, Jacirlei, Josimara, Miriam, Não identificada, Railda, Rosângela

02 de Maio de 2012

 Cecília Oliveira Evangelista, 24 anos, foi encontrada morta com um cano de PVC introduzido no ânus. O marido é o suspeito do crime.

Rius, BA

Leia a notícia

  Maria Francisca Silva de Oliveira, 27 anos, foi assassinada pelo ex-marido.

Guanhães, MG

Leia a notícia aqui e aqui

 Cíntia Castro, de 25 anos, foi assassinada a facadas pelo ex-marido.

Morros, MA

Leia a notícia

 Maria do Socorro de Souza Rodrigues, 52 anos, foi assassinada com cerca de 12 facadas e o ex-marido é o principal suspeito.

Belém, PA

Leia a notícia

 Clarice Bernadete do Amaral, 34 anos, foi assassinada a facadas pelo ex-marido.

Palmas, PR
Leia a notícia

Deixe um comentário

Arquivado em Cíntia, Cecília, Clarice, Maria do Socorro, Maria Francisca

Acusado de matar a esposa há mais de um ano continua foragido

Mais de um ano depois do assassinato da dona de casa Cecília de Carvalho Nery, 26, o principal suspeito do crime, o garimpeiro Jeová Martins Rocha, 26, então marido dela, ainda está sendo procurado. A morte de Cecília ocorreu na madrugada do dia 25 de janeiro de 2010 e desde lá ele não foi mais visto.

Ela foi assassinada no quarto de uma estância no bairro Tancredo Neves, onde morava com o suspeito e uma filha de 03 anos de idade, que estava com o casal quando a mãe foi morta. A proprietária da estância revelou à polícia que, naquele dia pela manhã, Jeová saiu com a filha em uma bicicleta e pouco tempo depois retornou ao quarto sozinho. Ele saiu minutos depois com uma bolsa e disse que ia levar a roupa para lavar e desapareceu.

Ao sair com a filha, ele foi deixá-la na casa dos avôs maternos, no bairro Caranã, e teria contado que a esposa teria pedido para cuidar da menina, pois iria tirar a carteira de trabalho. Sem suspeitar de nada, a família da mulher passou o dia com a neta, porém à tarde o pai dela, Francisco Assis de Almeida Nery, foi à estância, mas encontrou o quarto fechado e retornou para casa.

À noite, como a filha nem o genro foram buscar a criança, Francisco voltou pela segunda vez à estância e o quarto continuava fechado. Ao suspeitar, o pai de Cecília conversou com a proprietária do imóvel e pediu a cópia da chave para abrir o quarto, ocasião em que encontrou a filha morta em cima da cama enrolada por um lençol. A perícia médica legal constatou que ela morreu por esganadura.

O crime foi investigado por agentes da Delegacia Geral de Homicídio. Diante dos indícios e do desaparecimento repentino do principal suspeito, o delegado pediu a prisão preventiva de Jeová, mas ele nunca foi encontrado para que o caso fosse esclarecido por completo.

A suspeita da polícia é que ele tenha saído do Estado e possa ter fugido para a Venezuela. Quem tiver informação que ajude a polícia a encontrar Jeová deve ligar para os telefones 0800 95 1000, 197 e 190 das polícias Civil e Militar.

 

Notícia retirada do Portal Folha de Boa Vista

Deixe um comentário

Arquivado em Cecília