Mulher sequestrada e assassinada pelo ex-marido estava sob medida protetiva

A balconista Luciana Rodrigues de Souza, de 28 anos, morta pelo ex-companheiro na segunda-feira após ser mantida por 16 horas em cárcere privado em Guaíba, na região metropolitana, já havia revelado a familiares e denunciado à polícia que estava recebendo ameaças de Cleomar Antônio da Silva, de 36 anos.

No início deste mês uma audiência entre ela e o ex-companheiro chegou a ser marcada, no entanto, Cleomar não apareceu, pois estava internado no hospital com problemas de saúde. Mas a medida foi deferida pela Justiça, como explica o juiz da vara criminal de Guaíba, Ricardo Zem. No entanto, ele reconhece que é praticamente impossível cercar os passos de todas que solicitam a mesma medida.

 

O sepultamento de Luciana Rodrigues de Souza acontece nesta terça-feira, às 11 horas da manhã, em Guaíba.

Notícia retirada do Portal BandRS

About these ads

Deixe um comentário

Arquivado em Luciana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s